• Porquê Portugal?

    Portugal é o país mais ocidental do continente europeu. Situado na Península Ibérica, faz fronteira com Espanha e tem cerca de 1.000 kms de costa atlântica. É membro da União Europeia desde 1987 e faz parte da zona Euro desde 2001. É um dos países do Espaço Schengen (26 países europeus). 


    Desde 2010 que a economia portuguesa, em crise, recebe ajuda económica da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI). Sem esquecer as oportunidades que uma crise económica proporciona, sobretudo no que diz respeito ao investimento imobiliário, importa referir que se registam progressos significativos, em termos de redução do défice e de melhoria da balança comercial. Estes progressos têm sido conseguidos em detrimento do emprego e do consumo das famílias. Ainda assim, e no contexto mundial, segundo os números do Banco Mundial, a economia portuguesa é a 43ª maior economia do mundo.

    A sua posição geo-estratégica é central na ligação entre a Europa, a América e a África, coadjuvada pelas ligações aéreas e pelas infraestruturas rodoviárias e portuárias de excelência.

    Com cerca de 1.000 kms de litoral, Portugal é sem dúvida um país voltado para o Atlântico. As praias do Algarve, que em 2013 ganharam o prémio das melhores praias pela Travel Choice, alternam pequenas enseadas entre as rochas com areais extensos. As areias brancas e finas e a transparência das águas, tépidas, dão ao mar uma tonalidade esmeralda onde apetece mergulhar. A poucos kms de Lisboa, encontra também praias com excelentes condições para uma estadia balnear, para a prática de surf e outros desportos náuticos, ou para um simples passeio à beira-mar. Voltadas para Oeste, estas praias têm um encantamento acrescido: o momento mágico do pôr-do-sol, sobre o Atlantico.


    O clima mediterrânico, dos mais amenos da Europa, proporciona dias temperados durante todo o ano. As temperaturas médias rondam os 13° no inverno e os 24° no verão. Os 300 dias de sol, combinados com a extraordinária exposição solar, conferem uma luminosidade excepcional em cada lugar. Para desfrutar plenamente da suavidade do clima, tem à sua disposição um número sem fim de actividades ao ar livre, desde os Parques Naturais aos percursos pedonais e ciclovias, para além das esplanadas que se abrem sobre as praças das cidades, os miradouros e as praias e falésias, e que pode aproveitar de dia e à noite.

    Os portugueses, cerca de 10,5 milhões, são cordiais, educados e acolhedores, mas reservados. O forasteiro sente-se bem-vindo mas não inundado de gentilezas. O índice de criminalidade em Portugal é um dos mais baixos da Europa, e o país foi classificado como o 17º mais pacífico em 153 incluídos no Global Peace Index 2011.

    Com uma história ancestral, é a nação mais antiga da Europa (mais de 800 anos), mas o seu passado acumula vestígios materiais e culturais desde há milénios. Desde as gravuras rupestres do paleolítico à modernidade contemporânea do Parque das Nações, a cultura e a história portuguesa é rica de um património que está presente em todo o território e que inclui ainda ruínas romanas, catedrais medievais, mosteiros e igrejas da época das descobertas, no magnífico, único, estilo manuelino, templos e casas senhoriais barrocos, palácios românticos e edifícios art nouveau e da época do Estado Novo.

    Para além do património edificado, Portugal é rico em diversidade de fauna e flora, quer nas zonas interiores quer junto à costa, com 15 Parques Naturais, quer ainda na sua extensa plataforma continental no Oceano Atlântico. A paisagem diversa e variada, é protegida por legislação de gestão territorial e urbanística que permite desfrutar não só de refúgios paradisíacos na montanha, no campo ou junto ao mar, como também da arquitectura popular, que apresenta traços regionais muito característicos e diversificados de Norte a Sul do país.

    Toda a história e envolvente natural do país se materializam em inúmeras manifestações culturais, que incluem os eventos e festividades populares e religiosos, a tradição musical, literária, performativa e artística, e ainda a gastronomia e o artesanato, com que se poderá deparar nas suas versões mais genuínas ou em reinterpretações contemporâneas, e que serão pretextos para descobertas surpreendentes.

    A gastronomia portuguesa apresenta uma imensa diversidade, é rica em sabor e promove a convivialidade. Os peixes fresquíssimos pescados nas costas portuguesas, os enchidos, os queijos, os pratos de carnes frescas e curadas com legumes, em receitas simples que recorrem ao tempero das ervas e especiarias, cruzam o campo com o mar, incorporam sabores de outras terras e outros mares, fruto de um passado marítimo de descoberta de novos mundos, e também novos hábitos alimentares. Nas principais cidades, pode hoje em dia encontrar, não só a tradição como também uma larga escolha de alternativas internacionais e de fusão multicultural. Os vinhos portugueses, produzidos em 14 regiões certificadas e a partir de uma variedade de 285 castas diferentes, são altamente apreciados dentro e fora do país, e apresentam preços muito competitivos.


    Hora local: Greenwich Mean Time
    Indicativo telefónico: +351
    Língua: português