Tendências de Mercado

A evolução do mercado imobiliário em Portugal

O começo da crise imobiliária:

De 2003 a 2008, o mercado imobiliário português era literalmente aguentado pelo crédito à habitação. Em 2008 os bancos portugueses começaram a deixar de financiar as compras imobiliárias e o número de transacções baixou drasticamente.

A crise instalou-se em Portugal de 2008 a 2013 devido à falta de liquidez dos habitantes e devido à falta de financiamento bancário.

"O mercado imobiliário em Portugal é extremamente dinâmico actualmente. É preciso agarrar as oportunidades para evitar as decepções, a procura neste momento passa largamente a oferta."
Pascal Gonçalves, Administrador

O imobiliário em Lisboa

A baixa de preços entre 2008 e 2012 é de 10% (comparativamente aos 25% do resto do país). A título de exemplo, um T2 de cerca de 100m2 que se vendia a 320.000€ em 2008, em 2013 vendia-se a 265.000€, e em Abril de 2015 por 350.000€. De acordo com o Imovirtual, o preço médio hoje em lisboa é de 3.426€/m2 para um apartamento, e de 3.517€/m2 para uma moradia (novo, usado, renovado e antigo a renovar).

O preço médio na zona metropolitana de Lisboa é de 4.000€/m2 para produto novo (a maioria dos lançamentos fazem-se em zonas de prestígio) e de 2000€/m2 para o produto usado. O preço por metro quadrado na zona de histórica de Lisboa mantém-se entre os 3000€ e os 9000€ em função dos bairros, o que ainda se mantém um preço baixo comparado com outras capitais europeias. Mas atenção esta zona metropolitana é muito díspar e os preços escondem realidades bem distintas. Ela compõe-se de Lisboa, Cascais e Oeiras, zonas estas as mais caras por m2.

A zona metropolitana de Lisboa teve as subidas mais elevadas de preços e igualmente o maior número de transações em 2017.

Existe atualmente uma grande valorização de alguns bairros, devido à procura excessiva estrangeira das pessoas que se instalam em Portugal e que querem investir.

O imobiliário no Algarve

Numericamente falando, o Algarve encontra-se nos 50% de pedidos por parte dos estrangeiros, nomeadamente dos reformados europeus que procuram uma melhor qualidade de vida e vantagens fiscais.

Atualmente, os empreendimentos e imóveis vendem-se a bom ritmo e as construções novas são lançadas progressivamente.

Segundo os dados do INE, durante o primeiro trimestre de 2018, o preço do m2 no Algarve está  nos 1.809 euros. Os mercados fortemente turísticos são, as zonas de Loulé, Albufeira e Lagos.

No primeiro trimestre de 2018, os preços médios do imobiliário no Algarve encontra-se entre 2,304€ o m2 para um imóvel em Loulé, 2,052€ o m2 para um imóvel em Lagos e 1,924€ o m2 para Albufeira.

O preço do imobiliário em Portugal

Portugal atrai mais turistas do que nunca.

O preço do imobiliário português saído da crise e ao nível do custo de vida é considerado acessível. Comparado aos índices de outros países europeus, o preço do m2 em Portugal é em média de 950€ mas é preciso ter em conta a grande disparidade entre as regiões.

Contudo, estamos bem longe dos preços de Paris, de Bruxelas ou do Luxemburgo.

É bom saber

Receba gratuitamente no seu e-mail o nosso Guia de Aquisição de imóveis. Basta preencher o formulário.

Faça o download do nosso Guia
de Compra de Imóveis em Portugal
image telechargez

Receba gratuitamente no seu e-mail o nosso Guia de Aquisição de imóveis. Basta preencher o formulário.

Ir mais longe
É bom saber
Receba gratuitamente no seu e-mail o nosso Guia de Aquisição de imóveis. Basta preencher o formulário.
image telechargez
Uma dúvida? Um conselho?
Loading
Back to top